A Medley acredita que o melhor
de cada pessoa está nos sonhos
que ela tem. E tudo começa com
a saúde do seu sono.

A melhor parte de dormir é sonhar.
Exatamente porque só sonhamos no
melhor e mais profundo nível do sono.
Mas sonhos são muito mais do que isso.
Eles podem nos levar a incríveis
descobertas, experiências impossíveis,
a memórias perdidas e até a fixar o que
aprendemos.

Se você tem dificuldade para dormir, ou
acorda constantemente no meio da
noite, isso pode ser um sintoma de
insônia. Procure ajuda. Fale com seu
médico.1,2

Durma melhor. Os seus sonhos
podem mudar o mundo.
A começar pelo seu.

O mundo é dos sonhadores.

Sleep Radio

A transmissão binaural que induz e relaxa o cérebro3,4

Queremos convidar você para uma experiência
inédita.

Você tem fones de ouvido?
Então, pegue-os porque você vai precisar.


clique aqui e relaxe como nunca!

E se você não conseguiu ouvir esta experiência ao
vivo, tudo bem. O link continuará disponível aqui, no
site da Medley. Coloque seus fones de ouvido e bom relaxamento.

As ondas binaurais contidas na programação
da Rádio Alpha FM têm a capacidade de induzir o
cérebro, colocando as ondas cerebrais em baixa
frequência, produzindo um relaxamento ideal para a
chegada do sono.3,4,5,6

Afinal, o que é insônia?

Insônia é um distúrbio do sono em que a pessoa tem dificuldade em pegar no sono ou permanecer dormindo. Pessoas com insônia muitas vezes despertam durante a noite e, em seguida, têm dificuldade de voltar a dormir.

Essas pessoas se sentem cansadas ao acordar, apresentam problemas de falta de memória ou falta de concentração, baixo rendimento e insatisfação com a qualidade do sono.7,8

A insônia é um problema de saúde comum.8 Estima-se que cerca de 40% dos brasileiros tenham algum tipo de dificuldade para dormir.9 Dados mundiais relatam que mais de 60% da população em geral apresenta sintomas de insônia e até 21% relata consequências graves no dia a dia.10

Mais recentemente, consequências cardiovasculares e maior taxa de mortalidade também têm sido relatadas.11 Os insones podem se sentir deprimidos e irritados quando têm os sintomas por um longo período.

Além disso, esses pacientes apresentam maior taxa de absenteísmo, ou seja, faltam ao trabalho duas vezes mais do que aqueles que dormem bem. Eles também apresentaram mais problemas no trabalho (incluindo a diminuição de concentração, dificuldade em realizar tarefas e maior frequência de acidentes). Esses dados sugerem que a insônia crônica pode trazer consequências socioeconômicas significativas.12

Sinais e sintomas da insônia

Cansaço ao acordar
Sentir-se com
Sono ou cansado durante o dia
Dificuldade para se
Concentrar ou executar atividades
Sentir-se ansioso,
Depressivo ou irritado

Experimente novos hábitos

Use a cama apenas para dormir
Crie uma rotina de relaxamento
antes de ir para cama
Ajuste a iluminação do quarto
antes de dormir
Faça pelo menos 20 minutos
de atividade por dia

Adaptado de: Associação Americana do Sono, Insomnia. Disponível em: https://www.sleepassociation.org/patients-general-public/insomnia_/

Referências:

1. Leger D. et al. An international survey of insomnia: under-recognition and under-treatment of polysymptomatic condition. Curt Med Res Opin. 2005 Nov, 21 (11) 1785-92.

2. Walsh JK, el al. Nighttime insomnia symptoms and perceived health in the America Insomnia Survey (AIS) Sleep. 2011 1;34 (8): 997-1011.

3. Auditory Beat Stimulation and its Effects on Cognition and Mood States.

4. Auditory driving of the autonomic nervous system: Listening to theta-frequency binaural beats post-exercise increases parasympathetic activation and sympathetic withdrawal.

5. Fava M, et al. Improved insomnia symptoms and sleep-related next-day functioning in patients with comorbid major depressive disorder and insomnia following concomitant zolpidem extended-release 12,5mg and escitalopram treatment: a randomized controlled trial. J Clin Psychiatry. 2011, July 72:7.

6. Roth T et al. Efficacy and safety of zolpidem-MR: a double-blind, placebo-controlled study in adults with primary insomnia. Sleep Med. 2006. Aug: 7(5)397-406.

7. Associação Brasileira do Sono, Insônia. Disponível em: http://www.absono.com.br/leigos/principais-transtornos-do-sono/.

8. Associação Americana do Sono, Insomnia. Disponível em: https://www.sleepassociation.org/patients-general-public/insomnia_/

9. Lamberg, L.World Health Organization targets insomnia. JAMA, 1997; 278(20), 1652-1652. 10. Berlim, M. T., Lobato, M. I., & Manfro, G. G. Diretrizes e algoritmo para o manejo da insônia. AV Cordioli, Psicofármacos: Consulta rápida. 2005, Porto Alegre: Artmed.

10. Berlim, M. T., Lobato, M. I., & Manfro, G. G. Diretrizes e algoritmo para o manejo da insônia. AV Cordioli, Psicofármacos: Consulta rápida. 2005, Porto Alegre: Artmed.

11. Troxel WM, Buysse DJ, Matthews KA, Kip KE, Strollo PJ, Hall M, Drumheller O, Reis SE. Sleep symptoms predict the development of the metabolic syndrome. Sleep. 2010 Dec;33(12):1633-40.)

12. Benca RM. Consequences of insomnia and its therapies. J Clin Psychiatry.2001;62 Suppl 10:33-8.